Marker


Randolpho Lamonier (Contagem/1988) é artista visual formado pela Escola de Belas Artes da UFMG. Seu trabalho transita entre diferentes mídias, tendo protagonismo a prática em arte têxtil, desenho, fotografia, vídeo e instalação. Em sua pesquisa, palavra e imagem estão sempre em diálogo e costumam versar sobre micro e macro política, urbanidades, tretas sentimentais, crônicas, diários e múltiplos cruzamentos entre memória e ficção.
Vive entre Paris e Contagem.

e-mail: randolpholamonier@gmail.com

Principais exposições:

Coletivas

2020
    • ”AGAINST, AGAIN: Art Under Attack in Brazil”, Curadoria de Tatiane Schilaro e Nathalia           Lavigne, John Jay College of Criminal Justice, Nova York, EUA
    • ”Demain sera un autre jour”, Curadoria de Sofia Lanusse, idealização e produção de Sandra Hegedüs/SAM Art Projects, Studio Ivan Argote, Pantin, França
    • "Pinacoteca: Acervo", Pinacoteca do Estado de São Paulo, SP
    • “What I Really Want to Tell You...”, Curadoria de Jennifer Inacio e Flávia Macuco, Mana             Contemporary, Chicago, EUA
    • ”Ao Ar, Livre”, Curadoria de Tiago de Abreu Pinto, ação coletiva virtual, Brasil
    • ”Casa Carioca”, Curadoria de Marcelo Campos e Joice Berth, Museu de Arte do Rio, Rio de     Janeiro

2019
    • ”15e Lyon Biennale” Jeune Création Internationale, Institut d’Art Contemporain Villeurbane, Lyon, França
    • “36o Panorama da Arte Brasileira”, Curadoria de Júlia Rebouças, MAM São Paulo
    • “What I really want to tell you…”, Curadoria de Jennifer Inacio e Flavia Macuco Pecego, Fundación Pablo Atchugarry, Miami, EUA
    • ”RECIPES FOR A B_R_Z_L_ ?”, Curadoria de Tatiane Santa Rosa, Spring/Break Art Show,
Nova York, EU
    • "Educação pela Pedra", Curadoria de Moacir dos Anjos, Fundação Joaquim Nabuco,  Recife
    • ”Triangular: Arte deste Século”, Curadoria de Ana Avelar e Gisele Lima, Casa da Cultura da     América Latina da Universidade de Brasília

2018
    • “República da Cobra” (em parceria com Thiago Martins de Melo), Curadoria de Germano         Dushá, Periscópio Arte Contemporânea, Belo Horizonte
    • “Arte Democracia Utopia - Quem não luta tá morto ”, Curadoria de Moacir dos Anjos,               Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro
    • “MITOMOTIM”, Curadoria de Júlia Rebouças, Galpão Videobrasil, São Paulo

2017
    • “Da diversidade vivemos”, Periscópio Arte Contemporânea, Belo Horizonte
    • “Objetos da Natureza”, Espai Ateliê, Belo Horizonte
    • “Ninguém me dirá quem sou nem saberá quem fui”, Galeria Mama Cadela, Belo Horizonte
    • ”Bienal Naïfs do Brasil”, SESC Belenzinho, São Paulo
    • “Tudo é Tangente”, Memorial Minas Gerais Vale, Belo Horizonte
    • “Bad Video Art Festival”, Moscou, Rússia
    • “Ficções- A Fotografia além do Real”, Festival Foto em Pauta, Tiradentes

2016
    • “AVI- Art Video International”, Museum of Israeli Cinema, Tel Aviv, Israel
    • “Foto Invasão”, RedBull Station, São Paulo
    • ”Festival Camelo de Arte Contemporânea”. Galpão Paraíso. Belo Horizonte
    • “Videoformes International Digital Arts Festival”, Clermont-Ferrand, França
    • ”Bienal Naïfs do Brasil”, SESC Piracicaba
    • “Proceso de Error - Festival de Video Experimental”, Valparaíso, Chile
    • ”Quase Pornô”, Galeria Mama Cadela, Belo Horizonte
    • ”Coloque um Título Aqui”, Viaduto das Artes, Belo Horizonte

2015
    • “BÂNGALA: YAKÃ AYÊ”, Curadoria de Yuri Firmeza e Uirá dos Reis, Galeria A Gentil                 Carioca, Rio de Janeiro
    • “Turvas Narrativas”, Galeria Orlando Lemos. Nova Lima
    • “Um tanto de Nós”, Museu de Arte da UFPA, Belém/PA
    • “Alex Rosa - O inventor de formas”. Galeria Chimera Cultural. Belo Horizonte

2014
    • “Em Desencanto - Fotografia Mineira Contemporânea”. Museu Mineiro. Belo Horizonte
    • “S{obra}” (com Sara Não Tem Nome e Pedro Veneroso), Aliança Francesa, Belo Horizonte
    • “V Prêmio Diário Contemporâneo”, Museu Casa das Onze Janelas, Belém/PA
    • “Muestra Marrana”, Hangar, Barcelona, Espanha

2013
    • “O Inimigo e a Câmera”, Forum Doc BH, Belo Horizonte
    • “Deriva VII”, Centro Cultural da UFMG, Belo Horizonte
    • “30/1”, Exposição de Randolpho Lamonier e Manuel Carvalho, EXA, Belo Horizonte
    • “Espaços Compartilhados da Imagem” - Festival Internacional de Fotografia-, Museu               Mineiro, Belo Horizonte
    • “Memória da Casa: De dentro e de fora”, EXA- Espaço Experimental de Arte, Belo                     Horizonte

2012
    • “Semana da Fotografia de Belo Horizonte”, Espaço 104, Belo Horizonte, Brasil
    • “Mostra!”, Centro Cultural da UFMG, Belo Horizonte
    • “Salle d’attente”, Intervenção urbana, Paris, França
    • “100 Artistas”, Centro Cultural Francisco Firmo de Matos, Contagem

Individuais

2018 • “É tarde e chove, mas os ratos não têm medo do escuro”, Curadoria de Raphael Fonseca, Zipper Galeria, São Paulo
2017 • “Vigília”. Galeria Genesco Murta - Palácio das Artes. Belo Horizonte
2016 • “Carbono 14”, Centro Cultural Francisco Firmo de Matos, Contagem
2014 • ”Diários em Combustão”, Galeria Orlando Lemos, Nova Lima


Premiações:

• “Prêmio PIPA” (concorrendo como finalista em 2020, indicado em 2018)
• “Prêmio Residência Camelo”,  Festival Camelo de Arte Contemporânea, Belo Horizonte, 2016
• “Prêmio Incentivo – Bienal Naïfs do Brasil-2016”, Obras premiadas: “Meninos da Vila Cristina” e “Gabriel Fuzilado”, SESC-SP, Piracicaba, 2016
• “Memória da Casa – De dentro e de fora”, Obra premiada: “Arqueologia dos nervos de aço”, EXA, Belo Horizonte, 2013
• “Mostra”, Escola de Belas Artes da UFMG, Obra premiada: “Radiografia do sábado à noite - Protótipo 1”, Centro Cultural da UFMG, Belo Horizonte, 2012


Residências e Laboratórios:
• Programa de residência do “Valongo Festival Internacional da Imagem”, Curadoria de Diane Lima e orientação de Tarcísio Almeida, Santos, 2018
• Expedição ”Objetos da natureza” - Ateliê Espai. Fazenda Sapuá. Itabirito- MG. Julho/2017
• ”Residência Camelo”, Casa Camelo, Belo Horizonte, Outubro-Novembro/2016
• ”Fotoativa em Residência: dois de cá, dois de Lá”, Associação Fotoativa, Orientação de Alexandre Sequeira e Armando Queiroz, Belém/PA, Abril-Junho/2015.
• “Exercício para a Liberdade”, Orientação de Brígida Campbell, Memorial Minas Gerais Vale, Belo Horizonte, 2014
• “Exposição de Guerrilha”, Proposição de Pedro Veneroso, Intervenção e exposição em uma casa ocupada em Belo Horizonte, 2014
• “Memória da Casa – De dentro e de fora”, Residência e exposição coletiva, Orientação de Rosa Maria Unda Souki e Sylvia Amélia, EXA, Belo Horizonte, 2012

Obras em acervos públicos:

• ”Profecias — Em 2040 legalizamos o amor e outras drogas menos intensas” (2019). Pinacoteca do Estado de São Paulo (Aquisição 2019)
• ”BALACLAVA” (2013-2014). Série fotográfica. Acervo do Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia, Belém/PA (Aquisição 2016)
• ”Jurunas” (2015). Pintura. Acervo do Museu da Universidade Federal do Pará. Museu Casa das Onze Janelas, Belém/PA (Aquisição 2015)
• ”Escuro do Rio” (2015). Série fotográfica. Acervo do Museu da Universidade Federal do Pará, Belém/PA (Aquisição 2015)